Social Icons

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Festival do peixe-boi será realizado em Guarapiranga

O Centro Mamíferos Aquáticos (CMA) e o Centro Especializado do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), com o apoio do Ibama e da Prefeitura de São José de Ribamar, realizam neste sábado, 31, o 3º Festival do Peixe-boi, no povoado de Guarapiranga, em São José de Ribamar.

Haverá exposição itinerante e mostra de vídeos sobre mamíferos aquáticos e manguezais. O objetivo é envolver e sensibilizar a comunidade sobre a necessidade de mudanças de atitude e comportamento em relação à conservação do meio ambiente e, em especial, do peixe-boi marinho.

O peixe-boi se encontra na Lista Oficial da fauna brasileira ameaçada de extinção, possuindo atualmente uma pequena população no litoral norte e nordeste do país, com aproximadamente 500 animais. Paradoxalmente, o estado do Maranhão possui a maior concentração do mamífero do país.

Fonte: Imirante

quinta-feira, 29 de outubro de 2009

Praia Grande das Artes agita Centro Histórico de São Luís

Uma movimentação ainda maior está programada para esta quinta-feira (30), no projeto Praia Grande das Artes, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio da Superintendência de Ação e Difusão Cultural. Uma das atrações é o cortejo de grupos de bumba-meu-boi, que se concentrarão na Praça Deodoro, a partir das 17h. Há ainda lançamentos de livros, espetáculos de teatro e shows nas ruas e praças do Centro Histórico.

O cortejo reunirá os grupos bumba-meu-boi de Apolônio (Baixada), da Pindoba (Matraca), de Axixá e Morros (Orquestra) e de Leonardo (Zabumba) no pátio interno do Centro de Cultura Popular Domingos Vieira Filho, na Rua do Giz (Centro).

O espaço literário destacará lançamento de livros. Para hoje (30), os autores em destaque são Waldomiro Viana (“O Mau Samaritano”), Milson Coutinho (“Fidalgos e Barões”), Arlete Nogueira da Cruz (“Sal e Sol”) e Bioque Mesito (“A Anticópia dos Placebos Existenciais”). Os lançamentos ocorrerão ao som do grupo Marabrass, da Escola de Música do Maranhão, a partir das 18h.

No campo das artes plásticas, há exposição permanente ao longo da rua Portugal, Largo do Comércio e em torno da Feira da Praia Grande (Mercado das Tulhas). As obras são dos artistas Alain Moreira Lima, Ana Borges, Airton Marinho, Marlene Barros e Miguel Veiga.

No cinema, serão exibidos os curtas “Infernos” e “Litania da Velha”, ambos de Frederico Machado. Após a apresentação das duas produções, acontecerá um debate com o presidente da Associação Brasileira de Documentaristas (Maranhão), Paulo Furtado, e com o roteirista da Lume Filmes, Fernando Ramos. Em seguida, haverá a exibição do longa “A Cor da Romã”, de Sergei Paradjanov. As exibições e o debate acontecem no Teatro de Arena Beto Bittencourt, ao lado do Centro de Criatividade Odylo Costa, filho.

No Palco do Teatro, na praça Nauro Machado, apresentam-se os grupos Teatro de Dança (“Tortura de um Coração”), Companhia Maranhense de Teatro (“Bandeira da Liberdade”) e Grupo Universitário de Teatro (“O Rico Avarento”).

Os grupos musicais também se apresentam na Nauro Machado. A partir das 20h30, o palco será ocupado pelo Coral São João, seguido do show “Da Vila para a Cidade”, com Fátima Passarinho, Gabriel Melônio, Inácio Pinheiro, Serrinha, Vovô e Zé Pivô. Às 23h começa o “Baile do Bolero”, com a Máquina do Tempo e os artistas Célia Maria, Eugênia Miranda, Valfredo Jair e Walber Carvalho.

As apresentações de dança acontecem no Canto da Cultura, a partir das 20h. As coreografias estão sob a responsabilidade dos grupos Carona Companhia de Dança, Macktub, GDAM, Arte e Dança de Eliane Propp, Adágio, Balé Márcia de Aquino, Móbile Companhia Experimental, Grupo Como Ver e Gamar (Grupo de Arte Maria Aragão).

E, completando a programação, A Vida é uma Festa, que acontece todas as quintas-feiras, na Rua dos Catraeiros, terá uma edição especial por conta do Praia Grande das Artes.

Fonte: Governo do Maranhão

Piauí aguarda propostas de voos da Trip e Passaredo

A proposta é de voos que atendam de imediato as demandas da região do Meio-Norte, do litoral do Piauí, de São Raimundo Nonato, Lençóis Maranhenses, Parnaíba, Fortaleza e São Luís.

O secretário de Turismo e presidente da Comissão de Aviação Regional do Fórum Nacional dos Secretários e Dirigentes Estaduais de Turismo, Sílvio Leite, encaminhou para as empresas aéreas Trip e Passaredo uma proposta de voos para o Piauí que atenda de imediato às demandas do litoral do Piauí e de São Raimundo Nonato.

Sílvio Leite explica que os destinos serão atendidos por aviões de pequeno porte. “A Trip e a Passaredo operam aeronaves ERJ da Embraer com modelos para 50 ou 67 passageiros em média, que atende a demanda inicial dos destinos piauienses e não sobrecarrega as companhias”, explica.

Na proposta do Piauí foram priorizadas as seguintes rotas:

1 - Teresina (PI) - São Luís (MA) - Barreirinhas (MA) - Parnaíba (PI) - Camocim (CE) - Fortaleza (CE)

2 - Teresina (PI) - Parnaíba (PI) - Camocim (CE) - Fortaleza (CE) - Aracaty (CE)

3 - Teresina (PI) - Parnaíba (PI) - Barreirinhas (MA) - São Luís (MA)

4 - Teresina (PI) - São Raimundo Nonato (PI) - Petrolina - Lençóis (MA) - Salvador (BA)

5 - Teresina (PI) - São Raimundo Nonato (PI) - Barreiras (BA) - Brasília (DF)

6 - Teresina (PI) - Picos (PI) - Juazeiro do Norte (CE) - Recife (PE)

7 - Teresina (PI) - São Luís (MA) - Belém (PA).

No próximo dia 25 de novembro, o secretário Sílvio Leite vai se reunir, em São Luís, com as duas empresas, quando será dada uma posição para as solicitações e também cada empresa vai apresentar as necessidades para que os voos sejam implantados. “Nessa reunião vamos ouvir também a necessidade de cada empresa para que os voos sejam operacionalizados e, nesse sentido, contamos com o apoio da Sudene e do BNB”, disse.

De acordo com o secretário, a luta pela melhoria da malha aérea vai continuar junto ao Ministério da Defesa Nacional. “Faremos uma defesa para que seja feito um ato regulatório para o funcionamento das linhas aéreas; assim, vamos manter a vida das empresas de aviação menores”, disse.

Fonte: Ecoviagem e Secretaria de Turismo do Piauí

terça-feira, 27 de outubro de 2009

Praia Grande das Artes movimentará Centro Histórico

Quatro noites de intensa programação cultural irão marcar o Centro Histórico de São Luís, com a realização da Feira Praia Grande das Artes, que acontecerá de terça-feira (27) a sexta-feira (30). A Feira vai mobilizar o teatro, música, dança literatura, cinema e vídeo, artes plásticas e cultura popular.

O evento é promovido pela Secretaria de Estado da Cultura (Secma), por meio da Superintendência de Ação e Difusão Cultural e visa fomentar a cultura e a potencialização do fazer artístico, possibilitando o acesso do público aos bens culturais.

Para o secretário de Cultura, Luís Bulcão, a intenção é transformar o espaço da Praia Grande em uma grande arena de atividades diversificadas.A expectativa é que passem em torno de 4 mil pessoas por dia no local.

Na terça-feira (27), a programação é iniciada, às 17h, com cortejos de grupos de cultura popular que sairão da Praça Deodoro com destino à Praia Grande.

O público terá ainda oportunidade de conferir a arte maranhense com apresentações que vão reunir, no total, cerca de mil artistas, como as de dança, shows musicais, exposições, lançamentos de livros, exibição de vídeos, entre outros.

Fonte: Imirante

Prioridades para o turismo maranhense são apresentadas em reunião do GTI

O Secretário de Estado de Articulação e Coordenação Política, Hildo Rocha, participou da reunião do Grupo de Trabalho Interministerial (GTI) realizada, sexta-feira (23) e sábado (24), na Associação Comercial, no Porto das Barcas, em Parnaíba/PI. No encontro o GTI, organismo responsável pela elaboração do Plano de Desenvolvimento Sustentável da Região Turística do Meio-Norte, discutiu e elaborou a versão final do Plano, além de debater os critérios da composição do Conselho Gestor, órgão encarregado de fiscalizar e coordenar a implementação do projeto.

O documento, resultado da reunião do GTI, estabelece diretrizes para estimular a atividade turística nas áreas dos Lençóis Maranhenses, Delta do Parnaíba e Costa do Sol Poente Cearense, cujas belezas naturais são preservadas em áreas protegidas, que se constitui a “Rota das Emoções”. O Plano de Desenvolvimento Sustentável da Região Turística do Meio-Norte é o resultado de inúmeros debates envolvendo a sociedade civil, prefeitos de 77 municípios, 26 órgãos federais e 42 estaduais.

Comitiva maranhense

O Maranhão foi o estado com maior número de participantes na reunião do GTI. Estiveram presentes além do secretário, Hildo Rocha; o adjunto de Articulação com os Municípios, Jones Braga; as técnicas da Seplan, Cristiane Assunção Martins e Hilzi Cristina Oliveira; a superintendente de Relações Institucionais e Controle (Setur), Catarina Pinheiro; 18 prefeitos; e assessores.

“Isto é a reafirmação de que nós acreditamos nesta iniciativa e temos total interesse em participar e discutir para aprimorarmos as idéias e encontrarmos soluções para nossas demandas. É um projeto de grande importância que conta com o apoio da governadora Roseana Sarney”, afirmou Hildo Rocha.

Propostas do Maranhão

Como resultado da reunião o Maranhão elegeu como prioridades a pavimentação de 77 km do trecho da BR-402, entre Sobradinho (Barreirinhas) e Barro Duro (Tutóia); conclusão do Aeroporto de Barreirinhas; reativação do Perímetro Irrigado de São Bernardo; consolidação da cadeia produtiva do caranguejo no Delta do Parnaíba; implantação do plano de manejo e ações de manutenção e conservação dos Lençóis Maranhenses; construção da ponte sobre o rio Parnaíba entre Matias Olímpio (PI) e Repartição (Brejo); construção do terminal de passageiros e cargas em Tutóia. O plano sugere ainda a ampliação das linhas de transmissão de 69 para 138 KV nos três estados, além da aceleração do Programa Luz Para Todos no Piauí e no Maranhão.

Fonte: Cazumbá Online

sábado, 24 de outubro de 2009

Salão de Turismo do Maranhão

1º Cante FAMA


Os alunos do 5º período de Turismo da FAMA apresentam o 1º Cante FAMA. O concurso será realizado no intuito de valorizar a produção musical do Maranhão.

Podem se inscrever universitários que saibam e/ou gostem de cantar, sendo que faz-se necessário que sejam devidamente matriculados em uma unidade de ensino superior.

As inscrições já estão abertas e sendo feitas na própria FAMA (Turu) ou nos telefones do folder.

Dia 7 de novembro será a primeira audição com os jurados para decidir quem passa para a próxima fase.

O evento também conta com premiação em dinheiro para o 1º, 2º e 3º lugar (que será divulgada em breve).

PARTICIPE!

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Maranhão participa da Feira das Américas

Considerado o maior evento de turismo da América Latina, acontece no período de 21 a 23 de outubro, no Rio de Janeiro, a 37º edição da Feira das Américas (Abav 2009).

O Maranhão marca presença no evento com um stand que reproduzirá fielmente um dos casarões históricos de São Luís - a Secretaria Estadual de Turismo inova mais uma vez expondo no interior do casarão painéis contendo fotografias de personagens folclóricos do estado como o caboclo de pena, fofão, indumentárias além de oferecer um espaço destinado a degustação de comida típica e um espaço voltado para o treinamento de agentes de viagens convidados a conhecerem o destino Maranhão.

Do estado segue uma delegação composta por oito pessoas entre o Secretário de Estado Tadeu Palácio, a Secretária Adjunta Socorro Araújo e técnicos da Setur. De acordo com o Secretário a participação do estado no evento significa além de marcar presença no evento, significa também trabalhar na promoção e divulgação do Maranhão “O nosso objetivo é apresentar in loco os destinos do nosso estado para que agentes e operadores o conheçam e daí possam vender com propriedade as belezas do nosso querido Maranhão” explica Tadeu Palácio.

O evento deve reunir cerca de 27 mil visitantes e ainda 1000 expositores de delegações estrangeiras de 40 países apresentando produtos e serviços turísticos, além de autoridades, profissionais e estudantes de Turismo.

A Feira das Américas é reconhecida pela indústria como o principal foco de comercialização e comunicação do setor. É uma oportunidade para que o mercado de turismo realize negócios e mantenha contato com o público especializado, tendo como expositores companhias aéreas nacionais e internacionais, operadoras de turismo, cruzeiros marítimos, redes hoteleiras, empresas de assistência ao viajante, empresas de tecnologia e destinos turísticos do Brasil e exterior.

Fonte: Cazumbá Online

Ano da França no Brasil transforma espaços públicos em palcos

Manifestações culturais de diferentes gêneros integraram a apresentação do projeto “Desloquemo-nos”, quinta-feira (15), São Luís, como parte da programação do Ano da França no Brasil. O palco foi o Centro Histórico, transformado em espaços onde artistas franceses e maranhenses mostraram trabalhos que refletem as visões mútuas entre França e Brasil.

Os artistas plásticos franceses Solange Renard e Philippe Niorthe, do Collectif 12, inauguraram a programação com exposições que ressaltam as visões do homem comum diante de situações do cotidiano.

Em um cenário que evoca o passado colonial de São Luís, Philippe Niorthe convocou a platéia a participar de uma experiência diferenciada. “O momento é de enfatizar a proximidade que simboliza o objetivo do Ano da França no Brasil”, explicou o artista francês que também realiza uma exposição de fotografias como parte do projeto.

Ao som de músicas francesas e tambor de crioula, Solange Renard falou da interação entre seu trabalho e o das artistas plásticas maranhenses Ana Borges e Marlene Barros que, juntas, vão apresentar a partir do 21 de outubro, na Casa da Arte, a exposição “Eu sou uma Mulher”. “A temática que vamos abordar será feminina. No contato com as mulheres de São Luís quero retratar a imagem delas, saber se têm as mesmas características e os mesmos problemas das francesas”, disse Solange.

Para a diretora da Aliança Francesa no Maranhão, Émile Jacament, a realização do Ano da França no Brasil revitaliza as relações entre os dois países por meio da cultura. “É um intercâmbio cultural com resultados interessantes, pois permite mostrar uma França moderna e diversa que se assemelha muito ao Brasil”.

A platéia que prestigiou o “Desloquemo-nos” em São Luís foi formada principalmente por artistas e pesquisadores interessados em ampliar a conexão cultural entre a França e o Brasil. A comunicadora e fotógrafa Jane Maciel ressaltou a coletividade do Projeto. “O ‘Desloquemo-nos’ não propõe um espetáculo para ser assistido. Dentro do princípio de residência artística eles constroem, com os artistas de São Luís, a partir da percepção da cidade e do que pretendem mostrar como coletivo”.

A opinião é compartilhada pela produtora cultural Marília de La Roche, que destaca a importância do Ano da França no Brasil. “A proposta do deslocamento da cultura, feita por esse projeto vai permitir prolongar os objetivos dessa parceria por muito tempo”, disse.

O projeto “Desloquemo-nos” em São Luís terá ainda o debate “O encontro cultural: a experiência da identidade e da universalidade”, promovido pela Aliança Francesa e a apresentação do espetáculo em cortejo “O guardião do rebanho”, dirigido pelo francês Eric Garmirian, ator, diretor e músico que vai explorar os rituais e festas de São Luís. Mais informações sobre o Ano da França no Brasil no site: http://anodafrancanobrasil.cultura.gov.br.

Fonte: Cazumbá Online

terça-feira, 6 de outubro de 2009

Reativação do voo São Luís-Teresina é discutida

Ainda não há prazo para a rota voltar a funcionar, mas há interesse dos Estados, Infraero e empresas de transporte aéreo.

A reativação da rota entre as cidades de São Luís e Teresina foi tema de uma reunião entre o superintendente da Infraero, Wilson Estrela, o vereador piauiense José Ferreira, representante da Associação Comercial do Piauí, Olívio Fonseca, e representantes das empresas de transporte aéreo Gol e TAM. O encontro aconteceu na Superintendência da Infraero, no Aeroporto Petrônio Portela, em Teresina.

A possibilidade da reativação da rota foi bem aceita por todos os presentes na reunião. No momento, não existe nenhuma ponte aérea que liga diretamente as duas capitais. As últimas a fazerem essa linha eram eram as empresas TAF e Ocean Air. Esta última fazia apenas a rota de Teresina para São Luis.

A empresa Gol é cotada como a favorita para a operação da rota, mas ainda será feito um estudo mais detalhado para que a decisão final seja tomada. A participação dos dirigentes nacionais da Infraero ainda é esperada, o que será decisivo para a escolha da empresa. Segundo a Infraero, ainda não foi cotada a participação de empresas de menor porte no processo, mas é uma possibilidade.

Por causa dessas indefinições, ainda não há previsão para a reinstalação da rota, mas as negociações continuarão.

Importância

O vereador de Teresina (PI), José Ferreira, é autor de um projeto de lei, já aprovado na Câmara Municipal da capital piuaiense, que prevê incentivos aos voos diretos para a cidade. Segundo ele, ambas as cidades sofrem pela carência de voos diretos, atingindo vários segmentos da sociedade, como o turismo, que é um dos mais afetados pela dificuldade de voos. O vereador lista também os benefícios aos empresários e executivos que transitam pelas duas cidades, e se vêem obrigados a seguir grandes e cansativas rotas terrestres, ou igualmente cansativas rotas aéreas. “A perda é enorme, de tempo e de dinheiro”, afirma o vereador.

A falta de lógica das rotas aéreas traçadas pelas empresas também foi pauta da reunião. “Um voo de Teresina para São Luís dura em torno de 25 minutos. Hoje uma pessoa que quer ir de avião para lá ou vai via Brasília ou Fortaleza, o que aumenta o tempo desnecessariamente”, comentou Wilson Estrela, superintendente da Infraero em Teresina, ao site AcessePiauí. Segundo Estrela, ainda haverá muitas negociações para a conclusão desse projeto, mas o ponta-pé inicial foi dado, e tudo correrá para uma sansão positiva. “Há bastante demanda para essa linha, e foi grande o interesse das empresas em reativá-la”.

Olívio Fonseca ressaltou a importância regional que as duas cidades possuem. Para ele, Teresina é a capital do interior do nordeste, pela proximidade com o sul do maranhão, com o Piauí, interior do Ceará, da Bahia, e até mesmo do Centro-Oeste. Já São Luis é um grande pólo, e sua proximidade com Pará, Amapá e Amazonas deve ser levada em consideração. “Se um turista está em São Luís e pensa em vir a Teresina ou ao litoral piauiense, mas antes tem que passar em Fortaleza para vir para cá, por lá ele fica e isso é prejuízo para todos no Estado”, afirma Fonseca.

São Luís-Teresina

A linha aérea São Luis-Teresina já foi operada pelas empresas Vasp, OceanAir, TAF. O voo da Vasp, que atendia às demandas de conexão no Nordeste, a partir de Recife, passava por Manaus, São Luís, Teresina, Fortaleza e Recife. A empresa parou completamente suas atividades em 2005, quando foi cassada sua autorização de operação.

Já as outras empresas faziam voos regionais, mas declararam, em 2006, falta de demanda para a linha e, consequentemente, impossibilidade de arcar com os custos da operação. Desde então, aqueles que desejam ir de São Luís à Teresina deverão seguir para Fortaleza ou Brasília. A passagem, que varia de preço entre R$ 400 e R$ 1.150, sofre aumentos por conta do trajeto percorrido, que se torna maior por conta das conexões. O único outro meio para chegar à Teresina atualmente é por terra, através da BR-316, que constantemente tem sua estrutura comprometida por enchentes, buracos e pontes caídas, dificultando o acesso por ônibus ou carros.

Fonte: Portal Imirante, com informações do Jornal Meio Norte.

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com