Social Icons

sexta-feira, 25 de janeiro de 2013

Iluminação e ruas do Centro Histórico passam por melhorias



A prefeitura de São Luís continua as ações para revitalização do Centro Histórico de São Luís. Na manhã desta quinta-feira, 24, foi a vez da iluminação pública do local, com a manutenção e substituição de lampiões.

Equipes das Superintendências de Iluminação Pública e Limpeza da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp) estiveram no local para as ações. Além da iluminação, também haverá manutenção nas caixas de passagem de energia, e a poda de árvores que representem perigo às instalações elétricas dos postes do Centro Histórico.

Segundo informações da Prefeitura, os serviços na região serão realizados periodicamente.

Fonte: Imparcial OnLine

terça-feira, 22 de janeiro de 2013

Pré-Caju leva mais de 1 milhão de pessoas às ruas



O Pré-Caju 2013, realizado entre os dias 17 e 20 de janeiro, gerou mais de 22 mil empregos diretos e atraiu mais de 1 milhão de pessoas nos quatro dias de folia, segundo os organizadores do evento. Para o secretário de Estado do Turismo, Elber Batalha, a festa é importante para o turismo no Estado e um acontecimento que já se incorporou ao calendário cultural e turístico de Sergipe.

De acordo com o secretário, o Pré-Caju é responsável pela manutenção da ocupação hoteleira durante todo o período de janeiro. “O turismo vem se destacando como um grande gerador de emprego para o povo sergipano, sendo que o Pré-Caju contribui de maneira decisiva para isso acontecer", disse Batalha.

“O apoio logístico do governo de Sergipe demonstra a preocupação para alavancar o turismo no Estado. São quatro dias da grande abertura do carnaval do Brasil e Aracaju se consolida como a maior prévia carnavalesca. Estamos com a taxa de 100% de ocupação no setor hoteleiro, gerando emprego e renda para o sergipano", completou o organizador do evento, Fabiano Oliveira.

Fonte: Panrotas

segunda-feira, 21 de janeiro de 2013

Primeira lavagem e desinfecção das ruas do Centro Histórico de São Luís concluída




A Prefeitura de São Luís, por meio da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos (Semosp), deu início, neste domingo, (20), ao seu plano de ação de revitalização do Centro Histórico da cidade.

Os serviços começaram pelas ruas do Centro Histórico de São Luís, Casa das Tulhas; Mercado da Praia Grande, Praça Nauro Machado, Teatro Alcione Nazaré e escadaria Catarina Mina. A limpeza se estenderá a Praça Deodoro, Biblioteca Pública e Rua do Outeiro.

A partir de agora todos os domingos, será dia de lavagem e desinfecção das ruas, além da coleta de lixo, que é realizada diariamente.

Fonte: O Imparcial




segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

Alitalia inicia hoje voo Roma-Fortaleza



O Aeroporto Internacional Pinto Martins, em Fortaleza, recebe hoje o primeiro voo direto da Alitalia proveniente de Roma - serão duas frequências semanais, que se somarão às outras 15 por semana que a companhia mantem para São Paulo (nove) e Rio de Janeiro (seis).

No mês passado, a aérea promoveu um workshop para a promoção de negócios relacionados ao lançamento do voo Roma-Fortaleza. O evento, direcionado a operadores turísticos italianos, contou com a participação de cerca de 80 convidados, entre representantes do Estado do Ceará e da Embaixada do Brasil em Roma.

Na abertura, o vice-presidente executivo da Alitalia, Gianni Pieraccioni, informou que o lançamento da operação em Fortaleza reflete o interesse da Itália pelo Brasil e que isso poderá contribuir para a dinamização do fluxo de turistas e empresários italianos para o nordeste brasileiro.

Fonte: Panrotas

sábado, 12 de janeiro de 2013

Veja dicas para se adaptar à altitude de Bogotá


Bogotá é a terceira capital mais alta do mundo – fica 2640 acima do nível do mar – e a altitude faz com que o ar seja mais rarefeito. Por isso, ao chegar à cidade, a maioria das pessoas sente alguns incômodos causados pelo aumento das frequências respiratória e cardíaca. Veja a seguir algumas dicas para não desmaiar em plena reunião de negócios.

Dê tempo ao seu corpo
Deixe os passeios mais longos para o terceiro ou quarto dia. O corpo precisa de tempo para assimilar o novo ambiente. Portanto, nada de subir o Cerro Monserrate, a mais de 3 mil metros de altitude, mesmo que seja de funicular ou teleférico.

Preste atenção aos sintomas
Os efeitos da altitude sobre o organismo podem se prolongar pelos cinco primeiros dias. Os sintomas mais comuns são respiração curta, dor de cabeça (curta e prolongada), náusea, vômito, fadiga, tontura, insônia e perda de apetite. Se os incômodos persistirem além dos cinco dias, procure um médico.

Prepare-se para a viagem
Esportistas sentem menos os problemas de regiões altas, portanto, recomenda-se praticar atividades físicas, como caminhar ou correr, três a quatro semanas antes de viajar a Bogotá. Além disso, o turista de perfil atlético se adapta mais rápido à menor quantidade de ar.

Beba ou masque coca
Uma dica é beber chá de coca ou mesmo mascar as folhas da planta. Há séculos os andinos utilizam a coca como estimulante e também para controlar as sensações de sede, fome e frio. Folhas e chá contribuem para minimizar os efeitos da altitude, ou até acabar com eles. A bebida é amarga, enquanto a folha deixa os dentes com a coloração esverdeada e a boca suavemente adormecida.

Tenha alguns remédios à mão
Medicamentos também podem ajudar. A acetazolamida, comercializada como Diamox, e a dexametasona, contida no Decadron, aliviam os sintomas da altitude. A primeira ajuda na adaptação (maior metabolização de oxigênio), enquanto a segunda mascara os efeitos. Mas não deixe de consultar um médico antes de colocá-las na mala de viagem.

Cuidado com cigarro e bebida
Evite fumar, já que o cigarro atrapalha ainda mais na respiração, e beber álcool. Ao contrário do que se pensa, as bebidas destiladas ou fermentadas desidratam o corpo, provocando tontura e náuseas.

Veja como analisar sua saúde sob os efeitos da altitude
1 ponto: dor de cabeça, náusea ou perda de apetite, insônia e vertigem.
2 pontos: dor de cabeça resistente à aspirina e vômitos.
3 pontos: falta de ar quando em repouso, fadiga prolongada e ausência de urina.

Intensidade dos efeitos da altitude, de acordo com a pontuação:
De 1 a 3 pontos: leve. Aspirina ou paracetamol ajudam a amenizar o problema.
De 4 a 6 pontos: moderado. Aspirina e repouso minimizam os sintomas.
Mais de 6 pontos: grave. Procure um médico.

Fonte: Terra

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com