Social Icons

segunda-feira, 3 de novembro de 2014

Feira do Livro chega à oitava edição valorizando espaços tradicionais



A 8ª Feira de Livro de São Luís (FeliS) foi aberta oficialmente na noite da última sexta-feira (31), na Fundação da Memória Republicana, no Convento das Mercês, confirmando a proposta de ampliar o diálogo entre diferentes gêneros literários com o público de São Luís e do mundo. A feira se estende até o dia 9 deste mês em diversos espaços do bairro do Desterro, como estratégia de promoção do Centro Histórico.

O presidente da Func, Francisco Gonçalves, que representou o prefeito Edivaldo na solenidade de abertura, destacou, além do estímulo à produção e divulgação da literatura local, a valorização dos espaços tradicionais da cidade que tem norteado a realização da FeliS desde o ano passado. “A ideia é consolidar uma política de leitura e contribuir para que a cidade descubra a cidade”, afirmou Francisco Gonçalves.

Para o secretário municipal de Educação, Geraldo Castro Sobrinho, parceiro da Func na realização da feira, a consolidação do evento decorre de seu amadurecimento com vários campos do saber. “Todos os setores culturais, educacionais e outros se envolvem na preparação e concepção do evento. A feira serve de propaganda da produção textual, e também de ferramenta da sala de aula, assim como de seu transbordamento desta”, destacou o secretário.

O tema deste ano da feira é “Literatura infantil: aqui começa a magia da leitura” e tem como patrono o escritor Wilson Marques, autor dos livros “Touchê: uma aventura pela Cidade dos Azulejos”, “Touchê: uma aventura em noite de São João”, “Quem tem medo de Ana Jansen”, entre outros. Em sua oitava edição, a Feira do Livro homenageia três escritores: a escritora e ativista Mundinha Araújo, e em memória a Ubiratan Teixeira e Odylo Costa, filho.

A coordenadora geral da 8ª FeliS, Rita Oliveira agradeceu aos parceiros que possibilitaram a realização de mais uma edição da feira. Para a coordenadora, a partir da realização da feira em locais de referência histórica da cidade, a sociedade assume o papel de lançar um olhar diferenciado para estes espaços como forma de valorização do patrimônio histórico e arquitetônico. “A feira estimula uma nova relação com os espaços urbanos de São Luís”, disse.

A abertura da feira foi prestigiada por personalidade destacadas do universo cultural da cidade como os presidentes da Academia Maranhense de Letras, Benedito Buzar; da Academia Ludovicense de Letras, Roque Macatrão; Associação dos Livreiros do Maranhão, Milton Lima; do setor empresarial, como o diretor da Vale, Dorgival Pereira; deputado Bira do Pindaré (PSB); da imortal Laura Amélia Damous entre outros membros da AML; os secretários municipais Rodrigo Marques (Governo),  Robson Paz (Comunicação), Olímpio Araújo (Desportos e Lazer), entre outros.

A 8ª Feira de Livro de São Luís é realizada pela Prefeitura, através da Func e da Secretaria Municipal de Educação (Semed), com correlização do Serviço Social do Comércio (Sesc/MA) e patrocínio da Vale.



PROGRAMAÇÃO

A FeliS ingressa de maneira definitiva no calendário nacional se nivelando às tradicionais e grandes feiras de livros realizadas no país. A realização da Feira do Livro de São Luís, maior evento literário do estado, é garantida pela Lei Municipal nº 4.449, sancionada em 11 de janeiro de 2005, com objetivo de propiciar o acesso ao livro e a formação de leitores.

O poeta Celso Borges, pela Func, e a artista plástica Betânia Pinheiro são responsáveis pela curadoria desta oitava edição da Feira de Livro de São Luís. Este ano o evento está voltado para a literatura infantil.

Fonte: Maranhão da Gente

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com