Social Icons

segunda-feira, 30 de dezembro de 2013

União destinará R$ 11,079 milhões ao Parque dos Lençóis Maranhenses



O Ministério do Turismo destinará R$ 11,079 milhões a obras de infraestrutura turística nos municípios de Barreirinhas, Santo Amaro, Humberto de Campos e Primeira Cruz, que abrigam o Parque dos Lençóis, conforme decreto presidencial publicado em novembro. Os recursos fazem parte de um crédito extraordinário de R$ 20 milhões, aberto para o MTur financiar obras em sete municípios do Maranhão e do Rio Grande do Norte.

Fruto de um acordo de cooperação com o Ministério do Meio Ambiente, o Ministério do Turismo também destinará R$ 1 milhão para a criação de projetos de infraestrutura turística dentro do parque, no primeiro semestre de 2014.

Os Lençóis Maranhenses são uma das 12 unidades de conservação federais que receberão verba de um “kit básico” de infraestrutura para melhorar as condições de uso público durante a Copa do Mundo, quando a visitação deverá crescer.

A esse recurso somam-se outros R$ 2,4 milhões, que haviam sido disponibilizados ao governo do Estado do Maranhão em 2011 para a execução de obras no parque, em convênio com o Instituto Chico Mendes. Os envelopes com as propostas da concorrência deverão ser abertos nos próximos dias.

“Os Lençóis são um atrativo turístico sem paralelo no mundo, mas ainda têm uma visitação muito aquém do seu potencial. Esses investimentos visam tanto preservar o ativo natural que temos, fortalecendo a estrutura do parque, quanto permitir que a população do entorno se beneficie dessa riqueza, dando aos municípios condições de atender o turista”, disse o ministro Gastão Vieira. “Hoje, esses municípios não têm praticamente nenhuma infraestrutura.”

Rota das Emoções
A região dos Lençóis Maranhenses integra a Rota das Emoções, trecho litorâneo protegido em sua maior parte por parques nacionais e que inclui áreas como Jericoacoara e o Delta do Parnaíba. É um dos principais circuitos turísticos do Nordeste e um dos polos de desenvolvimento da atividade priorizados no Plano Estadual de Turismo do Maranhão 2020.

A região, porém, abriga municípios de baixo Índice de Desenvolvimento Humano, que apostam no turismo de sol e praia, no ecoturismo e no turismo de aventura para produzir emprego e renda.

O plano de adequação da infraestrutura da região turística dos Lençóis Maranhenses inclui obras de saneamento básico nos municípios, construção de píeres e terminais de passageiros, construção de um sistema de transporte turístico fluvial entre Humberto de Campos e Santo Amaro, construção de terminais rodoviários no povoado Sangue e em Barreirinhas e paisagismo das comunidades de Mandacaru, São Domingos e Sangue.

O Parque
Criado em 1981, o Parque Nacional dos Lençóis Maranhenses abriga um ecossistema único dentro do bioma marinho costeiro. Mais de metade de seus 155 mil quilômetros quadrados compõem-se de dunas de até 40 metros de altura, que avançam até 25 quilômetros para o interior, e lagoas formadas por rios (Betânia e Espigão) ou pela água da chuva (Azul, Bonita e da Gaivota).

O parque preserva pelo menos três espécies ameaçadas: o gato-do-mato, o trinta-réis-real e uma espécie de esponja que só existe nas lagoas da região e em nenhum outro lugar do mundo.

Fonte: G1

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com