Social Icons

sábado, 7 de dezembro de 2013

Pará estuda possibilidade de ter ferrovia turística



O secretário de Estado de Turismo do Pará, Adenauer Góes, recebeu o engenheiro da Diretoria Ferroviária do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Rozão Pinto, na manhã desta segunda-feira (18), em seu gabinete, para discutir a possibilidade de se aproveitar parte do espólio da rede ferroviária federal para criação de uma linha de ferrovia turística no Estado.

“O Governo do Pará, por meio da Setur, solicitou junto ao DNIT e Ministério do Turismo (MTur), o Pará ser contemplado com um trecho de ferrovia turística. De acordo com o Plano Estratégico de Turismo Ver-o-Pará, o trecho estudado fica entre os municípios de Bragança e Tracuateua, na região Amazônia Atlântica”, explica Adenauer Góes.

O secretário conta ainda que um roteiro seria criado a partir da linha ferroviária turística, levando em consideração aspectos históricos e culturais. “Temos a ideia de uma rota conjugada de modal misto, entre rodoviário mais ferroviário, que resgataria uma parte do trajeto feito pela Estrada de Ferro Belém-Bragança. A recuperação de um equipamento que foi extinto em meados dos anos 60, para que isso possa gerar um roteiro, e o fortalecimento da atividade turística em nosso estado”, esclareceu.

O engenheiro do DNIT destacou também que a ferrovia turística abre espaço para utilização comercial e transporte de mercadorias entre municípios, bem como aspectos de mobilidade e acessibilidade urbana.

Segundo dados do Ministério do Turismo, o Brasil possui uma malha ferroviária de 30 mil km, com vinte trens destinados ao turismo, distribuídos em oito Estados da região Sul, Sudeste e Centro-Oeste. O turismo ferroviário além de ser encantador é ecológico, seguro e de custo reduzido.

Fonte: Panrotas

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com