Social Icons

domingo, 21 de abril de 2013

Azul entra em operação na cidade de Imperatriz em abril



Noticiado em primeira mão por O PROGRESSO em 14 de maio de 2011, agora é somente uma questão de detalhes. A Azul Linhas Aéreas vai operar em Imperatriz já no mês de abril. Dia 23, mais precisamente. A informação ainda não foi disponibilizada oficialmente, mas é de algum tempo que funcionários ligados ao RH da empresa mantêm contatos curriculares e esses foram ultimados nas últimas semanas, inclusive com a contratação de pessoas para trabalharem no Aeroporto Prefeito Renato Moreira.

Ontem, a reportagem checou junto a autoridades aeroportuárias a informação e esta foi confirmada, desde que em off. Segundo a fonte, o que ainda entrava a liberação é que a empresa pretende operar com um voo chegando de Campinas às 23 horas e decolando às 03 da manhã. Esse voo seria direto. Como nesse horário (da madrugada) o aeroporto está fechado, residiria aí o problema.

A reportagem apurou que foi oferecida à Azul a disponibilização de horários em que existem “janelas”, isto é, horários em que as outras companhias não estão com aviões no pátio. As empresas TAM e GOL operam, cada uma, com um voo, chegando de São Luís com destino a Brasília pela manhã. Depois das 8h30, quando decola o voo G3-1789 (GOL), o aeroporto fica sem pouso e decolagens de aeronaves de grande porte até às 14h40, quando chega o voo JJ 3552 (TAM).  Tudo indica que neste horário não haveria compatibilidade na malha aérea que permitisse à AZUL um melhor aproveitamento de suas conexões. O que reforça a solicitação da Azul em operar entre 23 horas e 3 horas é que esse horário é parte das sugestões para incrementar a aviação dentro das diversas reuniões realizadas por autoridades aeroportuárias, inclusive para a criação de uma nova malha aérea no nordeste.

Expectativa pela chegada de outra empresa é grande

Em Imperatriz e região é grande a expectativa com a possibilidade da entrada de uma outra empresa no mercado, tudo por conta do elevado preço das passagens. - É uma exploração, afirmou um empresário do setor de construções, lembrando que já pagou mais de 600 reais por uma passagem de Imperatriz a São Luís. - Um verdadeiro abuso, complementou.

Outra situação foi relatada por um pai, que tem uma filha estudando em Minas Gerais e um filho em Brasília. - No final das férias em janeiro, embarquei meus filhos em Marabá. Paguei quarenta por cento do valor que seria cobrado se embarcasse em Imperatriz. Mais que um absurdo, é um verdadeiro abuso.

Preços abusivos

No site das duas empresas, TAM e GOL, não é possível entender os preços praticados. Certo é que altas tarifas sugerem alta ocupação, não é o que acontece. Em mais de um caso, principalmente para São Luís, a baixa taxa de ocupação das aeronaves não justifica o preço cobrado. Uma explicação para a exploração nos preços praticados pelas aéreas contra os passageiros que se destinam a Imperatriz e também que aqui embarcam pode residir no fato da grande procura em virtude dos investimentos que a cidade recebe. Isto é: como a maioria dos passageiros são funcionários dessas empresas ou com elas se relacionam, comercialmente (têm que vir de qualquer jeito), e as passagens são bancadas por elas (as empresas), então, tome preço alto, isto é, preços abusivos. Tem lógica!

Empresa fez code-share com a Trip

A chegada da Azul em Imperatriz vai representar mais que uma simples linha de Campinas-Imperatriz-Campinas, já que a empresa teve autorizado pela Anac um acordo de code-share com a TRIP, isto é, um compartilhamento de voos entre as duas empresas. A solicitação foi aprovada no final do ano que passou e já está em operação. Assim, a soma das malhas aéreas das duas companhias disponibiliza para os passageiros cerca de 800 voos diários para 99 destinos em solo brasileiro.
 
 Fundador e presidente do Conselho da Azul, David Neeleman afirmou que todos só têm a ganhar com esse acordo, principalmente os clientes, que contam com uma ampla malha de voos, com diversas opções de conexões e frequências, possibilitando mais comodidade para quem viaja.

No code-share, a Azul é a empresa responsável pela comercialização dos trechos de ambas as empresas.

Fonte: Maranhão Maravilha e Jornal O Progresso

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com