Social Icons

terça-feira, 6 de março de 2012

São Luís substitui Quito como Capital Americana da Cultura

Quito, que durante 2011 reinou como a Capital Americana da Cultura, entrega sua coroa a São Luís, uma cidade que com grande patrimônio cultural pode mostrar uma nova imagem do Brasil emergente.

O presidente do Bureau Internacional de Capitais Culturais, o espanhol Xavier Tudela, ressaltou que apesar das diferenças entre as cidades, Quito – situada na serra andina – e São Luís – no Atlântico brasileiro – têm em comum que foram declaradas Patrimônio Cultural da Humanidade pela Organização das Nações Unidas para a educação, a ciência e a cultura (Unesco), e têm bases históricas extensas.

Tudela, em uma visita a Quito, disse que a transferência formal da capital será realizada no dia 13 de março em São Luís, coincidindo com os 400 anos de sua fundação. A cidade, explicou Tudela, é a única de todo Brasil que foi fundada pelos franceses e se caracteriza por sua grande diversidade étnica, pois possui também descendentes de holandeses, portugueses e africanos, por isso que, de acordo com ele, é muito diferente de Quito, onde “a população é muito homogênea”.

“São Luís pode mostrar, além de seu patrimônio cultural, como uma cidade construiu um futuro comum com pessoas de procedência muito diferente”, argumentou. Tudela acrescentou que a cidade possui um grande patrimônio cultural e pode mostrar “ao mundo uma nova imagem do Brasil emergente, de crescimento econômico, dos Jogos Olímpicos, dos mundiais de futebol, deste Brasil que está assumindo o posto de um dos grandes atores internacionais do século XXI”.

Do seu ponto de vista, São Luís, ao contrário das grandes e conhecidas cidades do Brasil, como o Rio de Janeiro, São Paulo ou Brasília, pode mostrar boa parte da cultura brasileira “através do grande patrimônio cultural que tem”.

A primeira iniciativa realizada pela cidade após se tornar capital foi escolher seus sete tesouros. Foram selecionados a fachada de azulejos de inspiração portuguesa, o convento das Mercês, construído em 1654, e a Igreja da Sé, fundada pelos jesuítas em 1762.

Além disso, os habitantes de São Luís, em uma eleição popular feita pela Internet, escolheram o Palácio dos Leões, a sede do Governo do estado do Maranhão, a praça Gonçalves Dias, a avenida Portugal e o Teatro Arthur Azevedo, construído em 1817.

Tudela explicou que a ideia da capital americana é “promover as riquezas culturais” do continente, por isso que sempre elegem cidades diferentes, mas que apresentem um projeto específico a desenvolver durante sua capitania. No caso de São Luís, o objetivo é realizar o que Quito há anos está fazendo, “reabilitar seu centro histórico, que é muito extenso”, disse Tudela.

Como consequência de seu tamanho, a cidade “precisa de grandes recursos, de grandes esforços, para poder continuar se conservando nas condições de um patrimônio cultural da humanidade”.

Fonte: Cazumbá Online
Foto: Google


Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com