Social Icons

sexta-feira, 22 de julho de 2011

Falso agente de viagens preso pela polícia do Maranhão em São Luís é devolvido ao Distrito Federal

As polícias civil e militar do município maranhense de Passagem Franca e a Delegacia do Consumidor (Decom) de Brasília, transferiram na nesta quarta-feira (20), à capital federal, o estelionatário Jackson Bandeira Barra, de 28 anos, Ele criou uma empresa de turismo chamada Turismo Vip Tour Viagens e Eventos, localizada no Bairro Guará II, no Distrito Federal, para aplicar golpes em pessoas com pacotes de viagens falsos.


Natural de Passagem Franca, Jackson Bandeira foi detido em cumprimento a um mandado judicial expedido pela 8ª Vara Criminal de Brasília pelo crime de estelionato. Conforme informações do delegado de Passagem Franca, Firmino Pio Vilarinho, o estelionatário teria montado uma empresa na região Guará II em Brasília, onde vendia pacotes de viagens com tudo pago. Jackson Bandeira, de acordo com a polícia, aplicava golpes vendendo esses roteiros de viagens, todos falsificados, lesando dezenas de pessoas.


Ainda segundo a polícia, o estelionatário conseguia ludibriar as vítimas com um bom discurso, justamente para facilitar seu ato criminoso. A Polícia acredita que o crime tenha sido algo premeditado, onde Jackson já havia planejado sua ida à Brasília para montar a empresa de Turismo.


Investigações da Polícia apontam que golpe rendeu mais de R$ 1 milhão a Jackson Bandeira. Entre as vítimas do estelionatário estavam policiais militares e civis, empresários e até mesmo algumas igrejas.


Uma vítima do suspeito que não quis se identificar disse ter adquirido um pacote de viagens para a Europa, mas quando foi checar na companhia aérea, os bilhetes não haviam sido comprados. O documento encaminhado pela agência mostrava a confirmação apenas da reserva, apesar de ter pago R$ 1,6 mil à suposta empresa do criminoso.


Com base nesses dados, investigadores da Delegacia do Consumidor de Brasília, coordenada pela delegada Suzana Roberto Orlando, entrou em contato com as polícias da cidade de Passagem Franca, justamente para facilitar a localização, já que o suspeito é natural do município.


Após as investigações, a Comarca de Brasília expediu um mandado de prisão preventiva, que foi cumprido pelas políciais Militar e Civil de Passagem Franca. No momento da prisão, Jackson estava em uma festa no Clube 10 de Janeiro localizado naquele município.


Fonte: Maranhão Hoje


2 comentários:

Anônimo disse...

Brasília, 15 de setembro de 2011

Fiquei sabendo ontem da prisão do estelionatário Jackson Bandeira.

Agradeço a Deus em primeiro lugar, pois a Justiça tarda mais não falta.

Parabenizo as Polícias Civil e Militar do Município de Passagem Franca e a Delegacia do Consumidor de Brasília (DECOM)especialmente a eficiente Delegada Suzana Roberto Orlando, juntamente com investigadores da Delegacia do consumidor de Brasília.

Em 2010 o estelionatário Jackson Bandeira também deu golpe em duas Igrejas da Arquidiocese Militar em Brasília.

São Miguel Arcanjo 303/304 Norte e Capelania do Corpo de Bombeiro Igreja Espírito Santo.

Da Igreja São Miguel Arcanjo:
De agosto à dezembro de 2010 ele cobrou de 30 Peregrinos a quantia de R$ 320,00 e de 20 Peregrinos a quantia de R$ 750,00 para Aparecida do Norte em São Paulo. Uma parte iria de ônibus e outra de avião, totalizando assim, a quantia de R$ 24.600,00. Quanto ao montante da Capelania do Corpo de Bombeiros não sei informar.

Obs. As pessoas que pagaram para ir de ônibus não levaram prejuízo pois o Padre pagou do dinheiro da Igreja, o ônibus e o hotel contratados pelo estelionatário.

Quanto às 20 pessoas do avião, 08 foram de ônibus e 12 desistiram.

Até hoje, a Igreja vem na medida do possível, ressarcindo os peregrinos.

A maioria das pessoas estão com os contratos que foi assinado pelo estelionário.

Duas pessoas fizeram ocorrência na 2ª DP de Brasília (Asa Norte)início dezembro de 2010.

Penso que estes dados possam ajudar
a não deixar o sr. Jackson Bandeira impune. Temos que moralizar nosso País através de uma justiça eficiente.

Peço a gentileza de divulgar com maior enfâse nos meios de comunicação social de Brasília, a prisão do estelionatário, e convocar as pessoas que foram lesadas, que em sua maioria passam dos 60 anos.

Que a Justiça dos homens seja feita pelos juizes competentes de Brasília. Deus ilumine a todos.

Anônimo disse...

Estou precisando da justiça do homem também, afinal comprei um pacote, o qual não desfrutei e após perceber que estava sendo enganada, fiz ocorrencia policial e sustei os cheques que faltavam, para minha surpresa o meu nome esta no serasa com uma ação judicial de cobrança dos cheques sustados que eu passei ao Sr. Jakson Bandeira e o mesmo repassou para outra pessoa, e está por sua vez, acredito sem saber que este cheque esta sendo sustado por motivo de nao cumprimento de compra, apresentou uma ação contra minha pessoa. Então onde está a justiça do homem, agora terei que pagar advogado (a) para nao ter que pagar uma coisa a uma pessoa que nem conheço e que não fiz negócio algum

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com