Social Icons

sábado, 18 de junho de 2011

Rota das Emoções busca mercado alemão

A estratégia é divulgar os atrativos do roteiro a partir do maior evento da indústria do turismo no mundo, a ITB.

Dados da Organização Mundial do Turismo de 2009 revelam que os alemães são os turistas que mais gastam no exterior, superando americanos e chineses. É de olho nesse mercado que a Rota das Emoções (Jeri – Delta – Lençóis) participou de 9 a 13 de março, na capital alemã, da maior feira da indústria do turismo do mundo, a Bolsa Internacional de Turismo de Berlim (ITB).

Durante o evento, empresários dos três estados do roteiro (Ceará, Piauí e Maranhão), Sebrae e a consultora articuladora da Rota da Emoções, Karin Goidanich, realizam ações de promoção do destino, divulgando seus atrativos e potencialidades. “A língua não foi dificuldade porque tivemos acompanhamento de uma tradutora. Fizemos um trabalho pró-ativo, entrando em contato com operadoras e agências de turismo”, resume a consultora.

LENÇÓIS MARANHENSES

De acordo com ela, a participação no evento serviu para ter uma real dimensão de como o Brasil e a Rota estão se posicionando junto ao mercado alemão e ficou claro que o “mundo não conhece o Brasil”. “Apesar de o Brasil ter ganhado uma maior visibilidade internacional, é incrível como as pessoas ainda desconhecem o que o país tem a oferecer”, constata.

Karin afirma que, diante dessa constatação, foi feito um “trabalho de formiguinha” junto às operadoras e agências de turismo para divulgar o roteiro. “O apoio institucional do Sebrae ajudou a abrir muitas portas para os empresários. Esse respaldo é muito importante. Os operadores e agentes que conheceram a rota ficaram muito impressionados e elogiaram o nosso potencial”, diz.

A empresária Rogéria Penido, da empresa Maresia Viagens e Turismo, esteve na ITB Berlin representando o Ceará. Na opinião dela, o evento é, sem dúvida, uma feira que atinge profissionais de todo o mundo e uma ótima oportunidade para a rota ser vista e conhecida. “Conseguimos contatar a seriedade exigida pelo mercado europeu e descobrimos um grande horizonte pela frente. O Brasil ainda não foi descoberto como destino turístico pelo alemão. Temos muito trabalho e muito potencial de crescimento. O mercado está carente de produtos tão completos quanto à Rota das Emoções, e o turista está à procura exatamente disso”, opina a empresária.

De acordo com ela, produtos inovadores, como a Rota das Emoções, são cada vez mais buscados pelo mercado internacional. “Na rota, o turista pode ter uma vivência com a população local. Pode estar próximo de uma natureza sem maquiagem e ainda participar ativamente da viagem, sem ser mero espectador. A Rota das Emoções é um destino que consegue aliar tudo isso: praia, mangue, deserto, aventura, sustentabilidade, ecoturismo, paisagem. São poucos os roteiros que têm um potencial tão grande como o nosso. O que nós precisamos é atrair a atenção do trade turístico e, principalmente, precisamos passar confiança e segurança que o produto está pronto a receber o turista mais exigente”, avalia.

BRASIL
Na Alemanha, o Brasil teve como desafio apresentar novos destinos turísticos para atrair o turista para o país. Os alemães, que têm 35 dias de férias por ano e adoram viajar, se interessam pelos segmentos de sol e praia, mas agora começam a buscar o ecoturismo, a cultura, a história. “O alemão quer o contato com o povo, conhecer a língua e não somente belas paisagens”, declarou Steffen Boehk, executivo da operadora de viagens TUI, a maior do mundo.

O estande do Brasil na ITB Berlim, onde ficou o estande da Rota das Emoções, contou com mais de 30 cooperados, entre representantes de estados e de empresas de turismo. Negociações com compradores de todo o mundo foram realizadas durante os cinco dias de evento. O interesse mais presente é o de operadoras e agências que pretendem levar turistas ao Brasil durante a Copa do Mundo de 2014, segundo o Ministério do Turismo.

Fonte: Sebrae-CE

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com