Social Icons

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Museus para saborear

Já que a comida é parte importante de qualquer viagem, nada melhor do que aproveitar uma visita a outro país para ir além dos restaurantes e aprender mais a fundo sobre a gastronomia local visitando um museu.

Paraíso gastronômico de nove em cada dez pessoas, a Itália tem um conjunto de museus dedicados à alimentação, os Musei del Cibo (museus da comida).

São quatro museus, que falam de quatro ícones da gastronomia italiana: Museo del Parmigiano Reggiano, dedicado ao queijo parmesão; Museo del Pomodoro, dedicado ao tomate; Museo del Prosciutto, que fala sobre o presunto de Parma; e Museo del Salame di Felino, que homenageia o salame produzido na cidade homônima.

Todos ficam em cidades da província de Parma, no norte do país.

Ainda na Itália, não poderia faltar um museu dedicado à massa. Em fase de reformas, o Museo delle Paste Alimentari fica em Roma e explica todo o processo de fabricação da massa italiana.

Para os viciados em junk food, há na Bélgica um museu totalmente dedicado à batata frita. Localizado em Bruges, o Frietmuseum aborda da história do tubérculo ao seu papel na cultura. No fim do percurso, é inevitável fazer uma visita ao seu restaurante, onde é possível saborear batatas fritas feitas das mais diversas maneiras.

Fonte: Cazumbá Online

Nenhum comentário:

ShareThis

 

ATENÇÃO

Matérias, fotos, vídeos e todo o conteúdo particular tem todos os direitos reservados por seus respectivos donos. Se algum conteúdo deste blog é seu e você não quer que seja publicado, mande um email, que seu conteúdo será retirado do blog.

E-mail: arisdomar@hotmail.com